Carregando...
residência médica usp

Residência médica da USP: saiba como funciona? 

PoroA Faculdade de de Medicina da USP abre inscrições para o processo seletivo de  residência médica a partir de 02 de outubro de 2019. A USP oferece 54 programas de treinamento em áreas reconhecidas.

Que tal conquistar uma das vagas 883 vagas de residência na Faculdade de Medicina da USP?. Afinal, a residência médica da USP é uma das mais disputadas e renomadas do país.

Se este é o seu sonho, fique atento, porque o período de inscrição vai de 2 a 21 de outubro de 2019, e a primeira prova acontece no dia 15 de novembro. 

As vagas estão distribuídas em especialidades básicas de acesso direito e vagas que exigem pré-requisito, além dos chamados programas de anos adicionais/áreas de atuação.

Acesso direto: veja as normas para a residência da USP 2020

O edital estabelece uma série de normas e regras para quem vai concorrer a uma vaga de acesso direto.Neste artigo, vamos mostrar os principais pontos do edital, porém, é importante que o profissional ou o estudante lei todo o documento para não enfrentar qualquer problema durante o processo do concurso. Mais importante, é não perder nenhuma publicação.

Mais de 310 vagas para especialidades médicas com acesso direto

Ao todo são 315 vagas em 28 especialidades, além de 42 vagas reservadas para forças armadas (retorno). Na tabela abaixo mostramos todos as áreas básicas, a duração da residência e as vagas previstas. Confira:

 

Programas  Duração  Vagas Previstas  Forças Armadas (Retorno)
ÁREAS BÁSICAS
Programa de Pré-Requisito em Área Cirúrgica Básica 2 anos 39
Clínica Médica 2 anos 39 
Medicina de Família e Comunidade 2 anos 10
Medicina Preventiva e Social 2 anos 5
Obstetrícia e Ginecologia 3 anos 14  2
Pediatria  3 anos 36 4
Acupuntura  2 anos  01
Anestesiologia 3 anos  25 5
Cirurgia Cardiovascular  5 anos  3 1
Dermatologia 3 anos  9 1
Genética Médica 3 anos  2
Infectologia 3 anos  5 3
Medicina de Emergência 3 anos 0 1
Medicina do Trabalho  2 anos 2
Medicina Esportiva 3 anos 5 1
Medicina Física e Reabilitação 3 anos 10
Medicina Legal e Perícia Médica  3 anos 1 1
Medicina Nuclear 3 anos 5
Neurocirurgia  5 anos 4
Neurologia 4 anos 9 3
Oftalmologia  3 anos 14
Ortopedia e Traumatologia 3 anos 14 4
Otorrinolaringologia  3 anos 8
Patologia 3 anos 8
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial 3 anos 1
Psiquiatria  3 anos 18 2
Radiologia e Diagnóstico por Imagem  3 anos 23 1
Radioterapia  4 anos 5

 

Saiba sobre estágios, carga horária e locais dos programas

Se você ainda não sabe, fique ligado. Conforme é exigido pela legislação, por se tratar de um treinamento em serviços, a residência médica da USP, assim como as demais, é constituída obrigatoriamente por estágios práticos, que ocupam de 80% a 90% da carga horária. Consequentemente, o tempo restante é dirigido a atividades teórico-pedagógicas complementares. 

De acordo com a área, os programas têm duração de 1 a 5 anos, com carga horária anual é de 2.880 horas ou 60 horas semanais, incluindo 24 horas semanais de plantão, com folgas previstas conforme as normas estabelecidas.

No site da USP você vai ver que parte da residência médica pode ser cumprida no Hospital Universitário (HU) da USP, ou no Hospital das Clínicas da FMUSP, ou mesmo em Unidades Básicas de Saúde (UBS), conforme a especialidade escolhida.

Principais pontos do edital para residência da USP 2020

Para começar, é bom ficar atento ao período de inscrição que vai do dia 02 ao dia 21 de outubro de 2019.  Podem se inscrever para disputar uma das vagas médicos formados em cursos autorizados e reconhecidos pelo MEC e inscritos no Conselho Regional de Medicina. 

Também podem se candidatar estudantes matriculados no último período de curso de graduação em MEDICINA, reconhecidos e autorizados pelo MEC, que venham a concluir a graduação antes do prazo estipulado para início dos Programa de Residência Médica pretendido – 2020. 

Edital prevê 60 vagas para treineiros 

Se você é aquele estudante que está ansioso para saber como é a prova de residência médica da USP,  mesmo ainda não podendo disputar uma vaga, o edital reserva algumas vagas para os chamados treineiros.

Para quem deseja ter esta experiência , o edital prevê 60 vagas para estudantes matriculados em curso de graduação em MEDICINA reconhecido pelo  MEC, que estejam concluindo ou concluíram o 10º semestre, não concorrendo às vagas especificadas do edital.

Os treineiros podem realizar as provas da 1ª fase (prova objetiva de múltipla escolha e prova escrita dissertativa), bem como a Prova Prática da 2ª fase, se foram  classificados para a 2ª fase (prova prática).

Como as vagas de treinamento são limitadas a 60, quando completarem as inscrições automaticamente o sistema será bloqueado. 

Comprovação da instituição precisa estar atualizada

E atenção treineiros! Obrigatoriamente, durante o período de inscrições, você deverá enviar, através do site Faculdade de Medicina , no campo Processo Seletivo – 2020 ou na organizadora do concurso na “Área do Candidato”, cópia legível do comprovante de matrícula ou de conclusão do 10º semestre no curso de graduação em Medicina, expedida por instituição de ensino pública ou privada, com data de emissão recente (a partir de agosto/2019). 

A comissão de residência irá avaliar o documento, que deverá ser exclusivamente no formato PDF, e irá aprová-lo ou rejeitá-lo, caso este não esteja de acordo com os critérios estabelecidos. 

Candidato deve acompanhar resultado

Mas não basta enviar o documento. Você precisa acompanhar o resultado através dos sites, e, caso o documento seja rejeitado, deve encaminhar outro que atenda os critérios estabelecidos durante o período de inscrições.

 Não serão aceitos documentos enviados após o término do período de inscrições. Quem não enviar o documento, não terá sua inscrição deferida, mesmo que tenha realizado o pagamento do boleto. 

residencia médica usp

Concurso prevê provas objetiva, dissertativa, prática e análise curricular

Em resumo, o edital de residência médica da USP, prevê prova objetiva de múltipla escolha e prova dissertativa na 1ª fase do concurso. A prova objetiva de múltipla escolha é classificatória e eliminatória, com 100 questões de múltipla escolha, com quatro alternativas de resposta.

Os candidatos à residência terão, nesta prova, mesmo número de questões nas especialidades de Cirurgia Geral, Clínica Médica, Obstetrícia e Ginecologia, Medicina Preventiva e Social e Pediatria.

Já a prova escrita dissertativa – também classificatória e eliminatória – terá cinco questões dissertativas, objetivas e de respostas curtas. O conteúdo é o mesmo da graduação nas áreas básicas. O candidato que for classificado e habilitado para a segunda fase fará a prova no dia 05 de dezembro 2019.

Classificados farão prova prática

Um dos desafios de quem busca a especialização na residência médica é o de enfrentar a prova prática. Em outras palavras, no concurso da USP, todos os candidatos habilitados na 1ª fase farão a prova em ambientes sucessivos, igualmente aplicados a todos, relacionada às especialidades Cirurgia Geral, Clínica Médica, Obstetrícia e Ginecologia, Medicina Preventiva e Social e Pediatria.

Esta prova será documentada por meios gráficos e/ou eletrônicos.

A prova prática está prevista para o dia 15 de dezembro. É importante ainda destacar que não haverá segunda chamada em hipótese alguma. A prova será aplicada em estações e o estudante não pode portar qualquer objeto.

Uma curiosidade é que o edital deixa explícito que as orelhas dos candidatos devem estar “totalmente descobertas e visíveis  à observação dos examinadores e fiscais”, isto por medida de segurança.

Análise e arguição de currículo

Nesta última etapa da prova de residência médica da USP para as especialidades com acesso direto os treineiros não participam. Quem ainda estiver na disputa por uma das vagas, fará esta etapa entre os dias 07 e 15 de janeiro de 2020. No período de 12/12/2019 até 26/12/2019 o estudante deve enviar as informações do currículo pela internet e, na da da arguição, apresentar a documentação comprobatória. 

O edital disponibiliza contatos para informações específicas sobre a fase de análise e arguição e currículo.

Depois de todos os processos de divulgação das notas, eventuais recursos, contagem de pontos, entre outros, o candidato que conseguir chegar lá , fará a matrícula no programa de residência  da Faculdade de Medicina da USP no período de 10 e 12 de fevereiro de 2020.

E aí ficou interessado na residência médica da USP? Na próxima parte do artigo vamos falar dos programas de residência médica da USP que exigem pré-requisitos. Vamos lá?

residência médica usp

Pré-requisito: confira os programas de residência médica da USP 2020

Agora, se você já fez uma residência médica e quer seguir em frente na carreira médica, pode ter nos programas da USP um caminho de sucesso na profissão. Para as Especialidades Clínicas, a residência da USP oferece programas nas seguintes áreas:

 

Programas  Duração  Vagas Previstas 
Especialidades Clínicas
Alergia e Imunologia 2 anos 2 vagas
Cancerologia/Clínica  3 anos 14 vagas
Cardiologia 2 anos 24 vagas
Endocrinologia 2 anos 10 vagas
Gastroenterologia 2 anos 4 vagas
Geriatria  2 anos 10 vagas
Hematologia e Hemoterapia 2 anos 6 vagas
Nefrologia 2 anos 12 vagas
Pneumologia 2 anos 4 vagas
Reumatologia 2 anos 12 vagas

O prazo de inscrição para os médicos que vão fazer R3 é o mesmo, entre os dias 2/10 e 21/10/2019. E, na inscrição, o médico declara ter concluído o programa de Residência Médica em Clínica Médica credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica ou que irá concluí-lo até a data de 28/02/2020 ou que obteve revalidação do seu diploma, segundo a legislação vigente.

Como serão as provas?

O concurso nas especialidades Clínicas Médicas constará de prova objetiva de múltipla escolha, classificatória e eliminatória, com 1oo questões, com conteúdo programático do Programa de Residência Médica em Clínica Médica ( especialidade do pré-requisito). Estas provas serão realizada também no dia 15 de novembro. Portanto, o prazo é curto entre uma prova e outra.

Um mês depois depois, no dia 15 de dezembro, se você foi habilitado na primeira fase, será convocado para a prova prática. E, na sequência, serão realizadas a análise e arguição do currículo, entre os dias 7 e 17 de janeiro de 2020.

A nota final de cada candidato será o resultado da pontuação obtida em cada fase, conforme segue:

[(Prova da 1ª fase X 5) + (Prova Prática X 4) + (Análise e arguição de curriculum vitae X 1)]/10. 

Quais e como são os programas nas Especialidades Cirúrgicas?

Agora, vamos falar uma pouco do que é exigido para os candidatos aos programas de residência médica da USP das Especialidades Cirúrgicas no processo seletivo 2020.

Basicamente, as orientações e o processo seguem a mesma linha das Especialidades em Clínica. O que muda é o conteúdo das provas que, neste caso, passa a ser para Cirurgia Geral, que é pré-requisito nas Especialidades Cirúrgicas. Abaixo colocamos a tabela com os programas oferecidos na residência médica da USP.

 

Programas Duração Vagas Previstas
Especialidades cirúrgicas
Cirurgia do Aparelho Digestivo 2 anos 07
Cirurgia Geral – Programa Avançado  2 anos 04
Cirurgia Pediátrica  3 anos 01
Cirurgia Plástica 3 anos 09
Cirurgia Torácica  2 anos 04
Cirurgia Vascular  2 anos 05
Coloproctologia 2 anos 01
Urologia 2 anos 06

Especialidades com outros pré-requisitos. O que diz o edital ?

Os programas de residência médica da USP também selecionam vagas para as especialidades médicas que exigem outros pré-requisitos. Ou seja, se você já fez uma especialização e pretende a chamada subespecialidade deve seguir os mesmo prazos e procedimentos para inscrição.

Datas e fases das provas também são as mesmas. O que muda são os conteúdo das provas, que serão de acordo com a especialidade escolhida. Você precisa também comprovar já ter o pré-requisito ou que vai concluí-lo até a data de 28/02/2020 ou que obteve revalidação do seu diploma, segundo a legislação.

O candidato faz provas objetivas de múltipla escolha, classificatória e eliminatória, com 100 questões de múltipla escolha  com o conteúdo do programa de pré-requisito, além de prova dissertativa com 5 questões. Faz também a prova prática e análise e arguição de currículo.

Veja abaixo as especialidades médicas com os respectivos pré-requisitos, a duração e o número de vagas previstas:

 

Programa Pré-requisito Duração  Vagas previstas
Hemoterapia Pediátrica Pediatria 2 anos 1
Mastologia Cirurgia Geral ou Obstetrícia e Ginecologia 2 anos 5
Medicina Intensiva Cirurgia Geral ou Clínica Médica ou Anestesiologia ou Neurologia ou Infectologia 2 anos 10
Medicina Intensiva Pediátrica Pediatria 2 anos 4
Nefrologia Pediátrica  Pediatria 2 anos 2
Neonatologia  Pediatria 2 anos 9
Neurologia Pediátrica  Neurologia ou Pediatria  2 anos 5
Nutrologia Cirurgia Geral ou Clínica Médica 2 anos 2
Reumatologia Pediátrica  Pediatria  2 anos 1

 

Residência Médica da USP de anos adicionais e de áreas de atuação

Para os programas de Residência Médica das especialidades com anos adicionais e de áreas de atuação,  todo o processo para segue os mesmo prazos e normas dos editais das modalidades de acesso direto e com pré-requisitos anteriores.

Nestes casos, a mudança está na etapas de provas e conteúdos. Para as áreas que vamos mostrar na tabela abaixo, serão realizadas provas escritas dissertativas na primeira etapa do processo seletivo.

Nesta prova, o candidato responde a 5 (cinco) questões dissertativas, objetivas e de respostas curtas,  sobre o conteúdo programático do programa de pré-requisito. A prova terá o valor de zero a 100.

A convocação dos habilitados para 2ª fase será feita no dia 05 de dezembro, por ordem de classificação e nos sites do concurso. Veja abaixo as áreas, pré-requisitos, duração e as vagas previstas.

 

Programa/Área de Atuação  Especialidades de pré-requisito Duração  Vagas previstas
Dor Anestesiologia  1 ano 1
Dor Neurologia, Neurocirurgia 1 ano 1
Endoscopia Digestiva  Gastroenterologia, Coloproctologia, Cirurgia do Aparelho Digestivo, Endoscopia 1 ano  1
Endoscopia Ginecológica  Obstetrícia e Ginecologia  1 ano 1
Medicina do Sono Clínica Médica, Neurologia, Otorrinolaringologia, Pediatria, Pneumologia e Psiquiatria  1 ano 2
Medicina Fetal  Obstetrícia e Ginecologia  1 ano 2
Medicina Paliativa Anestesiologia, Cancerologia, Clínica Médica, Geriatria, Medicina de Família e Comunidade ou Pediatria, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Medicina Intensiva e Neurologia.  1 2
Neurofisiologia Clínica  Medicina Física e Reabilitação 1 ano 1
Neurofisiologia Clínica  Neurologia 1 ano  1
Psicogeriatria Psiquiatria 1 ano 3
Psicoterapia Psiquiatria 1 ano  2
Psiquiatria da Infância e da Adolescência Psiquiatria  1 ano  6
Psiquiatria Forense  Psiquiatria 1 ano  2

 

Veja agora a tabela com as especialidades com ano adicional 

 

Programa/Ano Adicional  Pré-requisito Duração  Vagas Previstas
Endocrinologia  Endocrinologia  1 ano 1
Obstetrícia e Ginecologia  Obstetrícia e Ginecologia  1 ano 2
Psiquiatria  Psiquiatria  1 ano 1

Como será o processo seletivo para residência médica da USP

Em resumo, o processo seletivo constará das seguintes provas: prova escrita dissertativa pontuada de 0 a 100, com 5 (cinco) questões dissertativas, objetivas e de respostas curtas. O conteúdo programático segue o programa de pré-requisito.

Os candidatos habilitados nos programas de residência médica da USP Dor/Neurologia e Neurocirurgia e  Psiquiatria da Infância e Adolescência/ Psiquiatria fazem prova prática. Já a análise de currículo para todos os habilitados na primeira fase acontece  entre 07 e 15 de janeiro de 2020.

Nestes programas de residência a nota final de cada candidato é o resultado da pontuação obtida em cada fase, conforme segue:

[(Prova da 1ª fase X 5) + (Prova Prática X 4) + (Análise e arguição de curriculum vitae X 1)]/10.

Entretanto, já os programas que que NÃO realizam prova prática, a prova escrita comporá 90% da nota, de acordo com a regulamentação vigente, enquanto a análise e arguição de currículo comporá 10% da nota do candidato. 

Com isto, a nota final de cada candidato é o resultado da pontuação obtida em cada fase, conforme segue:

[(Prova da 1ª fase X 9) + (Análise e arguição de curriculum vitae X 1)]/10. 

Preparação é essencial para conquistar a vaga na residência médica da USP

Como vocês viram, o processo seletivo para os programas de residência médica da USP são bastantes complexos, com muitas nuances e detalhes, conforme cada especialidade médica, além de ser disputadíssimo. Portanto, é sempre bom ficar ligado.

Por isto, é muito importante que o candidato leia todo o edital e acompanhe as publicações da USP para evitar problemas de última hora.

Já para quem ainda está se preparando para enfrentar os concursos de residência é importante acompanhar os processos para já se familiarizar com as normas do concurso.

Uma boa oportunidade é fazer a prova como treineiro. No mais, é continuar estudando, aproveitando todas as dicas e orientações  do Revisamed para conquistar a sua vaga na USP.

 Agora, fique atento ao período de matrícula. Se você está se preparando é bom que antecipe tudo o que for possível para não ser pego de surpresa na última hora. Resumindo, no mais é  só ter tranquilidade para cumprir com sucesso cada uma das fases exigidas e boa sorte!

Quer fazer questões de provas para ficar ainda mais preparado?

Então clique aqui e aproveite para testar o seu desempenho e continue acompanhando o Blog Revisamed para mais informações e dicas.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.