Carregando...
Estudantes conversam com professor

Como escolher curso Preparatório para Residência Médica?

Estudantes conversam com professor
Fazer um curso preparatório para as provas e residência é um caminho para se tornar um especialista

Confira as dicas do Revisamed para fazer a melhor escolha e se dar bem nas provas de residência médica

Como escolher o curso preparatório para residência médica. Para facilitar a vida do estudante de medicina, o curso preparatório Revisamed selecionou algumas dicas para os médicos que já planejam a residência médica tão logo terminem a faculdade.

Formado por um grupo de professores especialistas, mestres e doutores, todos os profissionais nacionalmente reconhecidos pela atuação médica aliada experiência do ensino na área da saúde, o curso preparatório para residência médica Revisamed sabe bem que a expertise da equipe de professores é decisiva para que você faça uma boa escolha e conquiste a tão sonhada vaga na residência médica.

Qual o melhor curso para residência médica?

“No Revisamed, por exemplo, reunimos os mais competentes médicos e professores em todas as especialidades. Nossa filosofia é aprenda com quem faz”, destaca um dos coordenadores. Além da qualidade da equipe, a didática e os materiais de apoio disponibilizados pelo curso para residência médica devem ser observados na hora da contratação.

O Revisamed coloca à disposição do estudante videoaulas em módulos curtos, caderno digital com pergunta e resposta que funciona como uma apostila, questões comentadas, podcast e, ainda, o acesso premium ao app Whitebook e ao Medcards/Brainscape

Enfim, uma série de recursos de apoio aos estudos que faz toda a diferença. Entre os especialistas na área educacional, não há dúvidas que o conteúdo oferecido e o método de ensino adotado fazem do Revisamed o melhor curso para as provas de residência médica.

A metodologia de ensino do Revisamed também foi pensada para que o estudante otimize seu tempo e de fato aprenda o conteúdo, não se limitando aos famosos “macetes” de prova ou “pegadinhos.

Todo o material de cada uma das 350 videoaulas ficam dispostas em um só lugar, a chamada trilha de estudos Revisamed. Com um clique apenas você acessa o tema escolhido e encontra todo o material para se preparar para a prova de residência médica.

Relação custo x benefício

Outra importante e decisiva dica é relação custo x benefício. O estudante precisa saber diferenciar o que é conteúdo de qualidade de penduricalhos. Uma série de artifícios encarecem o preço do curso preparatório para residência médica.

Basta ter bom senso e saber o que fato é importante na sua preparação. “Tenha sempre em mente que o preparatório para residência médica precisa ter os conteúdos que são exigidos nas provas. Além disto, é claro, precisa estar dentro do seu orçamento e dar um suporte adequado ao estudante. O restante é dedicação”, completam os educadores do Revisamed.

Como são os cursos preparatórios para residência médica

Existe uma série de modalidades de cursos preparatórios para a residência médica online. Quem está terminando a faculdade e já quer logo fazer a residência médica pode optar por um curso mais rápido de 12 meses.

Já o estudante que gosta de planejar e ter mais tempo para se preparar, o ideal é buscar um curso preparatório para residência de 24 meses. “Neste caso, ele terá mais tempo para assistir as videoaulas, fazer provas e usar todo o material de apoio”, consideram os coordenadores.

No Revisamed, os cursos preparatórios R1 se dividem em duas modalidades: 14 meses e 24 meses.  Além destes, o Revisamed oferece também o curso para o Revalida e os cursos R3.

cursos para residencia médica
 

Opções de cursos preparatórios para R3

Há ainda as modalidades de cursos preparatórios para R3. O Revisamed oferece os cursos preparatórios online por 14 meses nas áreas de Clínica Médica, Cirurgia, Pediatria.

Direcionado ao médico que já está na residência e deseja se especializar em uma área da Clínica Médica, da Clínica Cirúrgica ou da Pediatria.

Os cursos R3 são dinâmicos, rápidos, com 14 meses de acesso e todo o conteúdo da área escolhida. São disponibilizados todos os recursos da trilha de estudo Revisamed, preparando o médico para as provas de residência médica ou mesmo para uma atualização profissional na área.

Concorrência acirrada exige objetivos bem claros na escolha do curso para residência médica

Escolher o curso preparatório para a residência pode parecer tarefa muito difícil, mas é preciso estar atento também a especialidade e a instituição que o estudante tenha maior interesse.

Afinal, é sua carreira médica que está em jogo e a concorrência está cada vez mais acirrada: quem estiver melhor preparado terá mais condições de fazer uma boa prova.

É importante ter bem claro os seus objetivos. Se pretende cursar a residência em instituição pública ou privada e, definido o seu objetivo, é focar nos estudos em conteúdos e questões mais específicas.

Selecionar os editais e dedicar-se o tempo livre para os estudos são decisivos. Fazer questões de provas anteriores e saber a maior prevalência de questões de cada área facilitam a preparação. É importante que você saiba também algumas dicas. Leia o blogpost Como escolher a sua residência médica? Veja as dicas do Revisamed

 

Quatro especialidades concentram 39% dos especialista no Brasil, aponta estudo

De acordo com a publicação Demografia Médica Brasileira – O perfil do médico brasileiro e a desigualdade no acesso à assistência, realizado em 2018 pela Associação Médica Brasileira (AMB) quatro especialidades concentram quase 39% dos especialistas do País

As quatro especialidades, juntas, representam 38,4% de todos os títulos de especialistas no País. São elas:

  • Clínica Médica tem 42.728 titulados, ou 11,2% do total
  • Pediatria, 39.234 titulados (10,3%).
  • Cirurgia Geral reúne 34.065 especialistas (8,9%).
  • Ginecologia e Obstetrícia tem 8% dos titulados, ou 30.415.

Em seguida as especialidades com mais número de títulos estão Anestesiologia (com 6%), Medicina do Trabalho (4,2%), Ortopedia e Traumatologia (4,1%), Cardiologia (4,1%), Oftalmologia (3,6%) e Radiologia e Diagnóstico por Imagem (3,2%). Essas seis especialidades, somadas às quatro básicas, representam 63,6% de todos os títulos.

As primeiras 20 especialidades, ainda segundo a publicação, reúnem 80,4% dos profissionais titulados. Os outros 19,6% estão distribuídos pelas demais 34 especialidades. Oito delas têm menos de mil titulados cada.

Genética Médica é a especialidade com menor número de titulados: são 305, ou 0,1% do total. As 59 “áreas de atuação” reconhecidas no País, que são derivadas, relacionadas ou ligadas às especialidades, não fizeram parte do presente estudo.

Tabela 50
Distribuição de títulos de especialistas, segundo especialidades – Brasil, 2018

Especialidade
Número de títulos % % acumulado
Clínica Médica 42.728 11,2 11,2
Pediatria 39.234 10,3 21,5
Cirurgia Geral 34.065 8,9 30,4
Ginecologia e Obstetrícia 30.415 8,0 38,4
Anestesiologia 23.021 6,0 44,4
Medicina do Trabalho 15.895 4,2 48,6
Ortopedia e Traumatologia 15.598 4,1 52,7
Cardiologia 15.516 4,1 56,7
Oftalmologia 13.825 3,6 60,4
Radiologia e Diagnóstico por Imagem 12.233 3,2 63,6
Psiquiatria 10.396 2,7 66,3
Dermatologia 8.317 2,2 68,5
Medicina Intensiva 6.562 1,7 70,2
Otorrinolaringologia 6.373 1,7 71,9
Cirurgia Plástica 6.304 1,7 73,5
Medicina de Família e Comunidade 5.486 1,4 75,0
Urologia 5.328 1,4 76,4
Medicina de Tráfego 5.221 1,4 77,7
Endocrinologia e Metabologia 5.210 1,4 79,1
Neurologia 5.104 1,3 80,4
Gastroenterologia 4.881 1,3 81,7
Nefrologia 4.474 1,2 82,9
Cirurgia Vascular 4.301 1,1 84,0
Infectologia 3.746 1,0 85,0
Acupuntura 3.598 0,9 85,9
Oncologia Clínica 3.583 0,9 86,9
Pneumologia 3.412 0,9 87,8
Neurocirurgia 3.298 0,9 88,6
Patologia 3.210 0,8 89,5
Endoscopia 3.184 0,8 90,3
Cirurgia do Aparelho Digestivo 2.864 0,8 91,1
Hematologia e Hemoterapia 2.668 0,7 91,8
Homeopatia 2.617 0,7 92,4
Reumatologia 2.383 0,6 93,1
Cirurgia Cardiovascular 2.271 0,6 93,7
Mastologia 2.219 0,6 94,2
Coloproctologia 1.950 0,5 94,8
Medicina Preventiva e Social 1.863 0,5 95.,2
Geriatria 1.817 0,5 95,7
Nutrologia 1.692 0,4 96,2
Angiologia* 1.633 0,4 96,6
Alergia e Imunologia 1.601 0,4 97,0
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial* 1.450 0,4 97,4
Cirurgia Pediátrica 1.378 0,4 97,8
Cirurgia Oncológica 1.190 0,3 98,1
Cirurgia de Cabeça e Pescoço 1.072 0,3 98,3
Cirurgia Torácica 992 0,3 98,6
Medicina Nuclear 915 0,2 98,8
Medicina Física e Reabilitação* 887 0,2 99,1
Medicina Esportiva 869 0,2 99,3
Medicina Legal e Perícia Médica* 827 0,2 99,5
Cirurgia da Mão 791 0,2 99,7
Radioterapia 734 0,2 99,9
Genética Médica 305 0,1 100,0
Total 381.506 100,0
Nota: nesta análise foi usado o número de registros de médicos e de títulos de especialistas. Médicos com mais de um título são contados em cada especialidade.
Especialistas com inscrições secundárias (médicos com registro em mais de um CRM) são contados em cada estado.
*O número de especialistas teve pequena redução em relação a divulgações anteriores devido à padronização de dados de titulação. Fonte: Scheffer M. et al., Demografia Médica no Brasil 2018.   

O que você precisa saber sobre residência médica

Duração da residência médica:

Cada especialidade da residência médica tem grade curricular diferenciada. Mas a duração mínima da residência é de dois anos. A duração vai de 2 a 5 nos para áreas básica e de acesso direto.

Em algumas especialidades há ano adicional para aperfeiçoamento do conhecimento e habilidades técnicas. Para programas de residência médica com pré-requisito a duração varia de 2 a 4 anos.

ESPECIALIDADEPRÉ-REQUISITODURAÇÃO (ANOS)
Acupuntura2
Alergia e Imunologia2
AnestesiologiaAcesso Direto (especialidade)3
Angiologia e Cirurgia vascularCirurgia Geral (2 anos)2
OncologiaClínica Médica (2 anos)3
CardiologiaClínica Médica (2 anos)2
Cirurgia cardiovascularCirurgia Geral (2 anos)4
Cirurgia da mãoOrtopedia/Cirurgia Plástica2
Cirurgia de cabeça e pescoçoCirurgia Geral (2 anos)2
Cirurgia GeralAcesso direto (área básica)2-3 (3° ano opcional)
Cirurgia do aparelho digestivoCirurgia Geral (2 anos)2
Cirurgia pediátricaCirurgia Geral (2 anos)3
Cirurgia plásticaCirurgia Geral (2 anos)3
Cirurgia torácicaCirurgia Geral (2 anos)2
Clínica médicaAcesso Direto (área básica)2
ColoproctologiaCirurgia Geral (2 anos)2
DermatologiaAcesso Direto3
EndocrinologiaClínica Médica (2 anos)2
EndoscopiaClínica Médica e Cirurgia Geral (Resolução CNRM 08/2006)2
GastroenterologiaClínica Médica (2 anos)2
Genética médicaAcesso Direto3
GeriatriaClínica Médica (2 anos)2
Ginecologia e obstetríciaAcesso Direto (área básica)3
Hematologia e hemoterapiaClínica Médica (2 anos)2
HomeopatiaAcesso Direto2
InfectologiaAcesso Direto (especialidade)3
MastologiaCirurgia Geral ou GO2
Medicina de família e comunidadeAcesso Direto (especialidade)2
Medicina do trabalhoAcesso Direto2
Medicina do tráfegoAcesso Direto2
Medicina esportivaAcesso Direto3
Medicina física e reabilitaçãoAcesso Direto (especialidade)3
Medicina IntensivaClínica Médica (2 anos), ou Clínica Geral (2 anos), ou Anestesiologia (3 anos)2
Medicina legal2
Medicina nuclear3
Medicina preventiva e socialAcesso Direto (área básica)2
NefrologiaClínica Médica (2 anos)2
NeurocirurgiaAcesso Direto (especialidade)5
NeurologiaAcesso Direto3
Nutrologia2
OftalmologiaAcesso Direto (especialidade)3
Ortopedia e traumatologiaAcesso Direto (especialidade)3
OtorrinolaringologiaAcesso Direto (especialidade)3
PatologiaAcesso Direto (especialidade)3
Patologia Clínica/Medicina LaboratorialAcesso Direto (especialidade)3
PediatriaAcesso Direto (área básica)2
PneumologiaClínica Médica (2 anos)2
PsiquiatriaAcesso Direto (especialidade)3
Radiologia e Diagnóstico por imagemAcesso Direto (especialidade)3
RadioterapiaAcesso Direto3
ReumatologiaClínica Médica (2 anos)2
UrologiaCirurgia Geral (2 anos)3

 

site desta diferencias do Revisamed

Portal de conteúdo e negócios evidencia inovação do Revisamed

Matéria destaca diferenciais do preparatório para residência

O Universo de Negócios, portal nacional de divulgação de notícias e conteúdos relevantes para negócios dos mais variados segmentos, publicou nesta terça-feira, 23/04, informações sobre o curso Revisamed, em especial, os diferenciais que o estudante de Medicina ou o médicos encontram no curso, tanto para a preparação paras as provas de residência médica quanto para os cursos de atualização em medicina.

Confira abaixo o link da reportagem

A possibilidade de se preparar ou manter-se atualizado faz com que os médicos tenham oportunidade de crescimento na carreira profissional. Veja reportagem na íntegra no link abaixo.http://universodenegocios.com.br/curso-online-revisamed-inova-na-preparacao-para-as-provas-de-residencia-e-na-atualizacao-medica/

Mais de 60% dos médicos tem título de especialista

No Brasil, 62,5% dos médicos (452 mil) têm um ou mais títulos de especialista. Os dados são oriundos da pesquisa Demografia Médica 2018, realizada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com o apoio institucional do Conselho Federal de Medicina (CFM) e do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp).

Metodologia inovadora facilita vida do estudante

Com uma metodologia inovadora, o curso Revisamed permite que o estudante se prepare quando e onde quiser, com total flexibilidade e liberdade. Os materiais de estudo são classificados por relevância e os conteúdos são preparados em formatos exclusivos para facilitar o dia a dia do estudante. Outro diferencial do Revisamed é a equipe de professores altamente qualificada – especialista, mestres e doutores – todos com ampla experiência na prática médica e no ensino na área de saúde.

Aulas mais curtas para melhor fixação do conteúdo

Em cada tema das videoaulas, os professores são médicos especializados naquela área. A equipe ultrapassa a 50 profissionais de todas especialidades médica. Além deste diferencial, destaque para os formatos do conteúdo apresentado na chamada “trilha de estudo Revisamed”. Cada tema é apresentado em três módulos com videoaulas em média de 30 minutos cada, facilitando a assimilação. O estudante conta também com os cadernos digitais, uma versão compacta de uma apostila do tema, e as questões selecionadas e comentadas de residência médica.

Outros conteúdos para aprofundar conhecimento

Ainda são disponibilizadas provas na íntegra das principais instituições de ensino médico do país, acesso a biblioteca Evolution/Elsevier e as diretrizes médicas, todos recursos adicionais para aqueles que querem aprofundar os seus conhecimentos. O estudante ainda tem possibilidade de downloads para acesso offline. Para colocar tudo “no ar”, uma equipe de experts em plataforma digital, webdesigner, produção, gravação e edição das videoaulas, suporte e atendimento atua nos bastidores na produção dos conteúdos.

 

videoaulasobre videocirugia para provas de residência médica

Curso online Revisamed inova na preparação para as provas de residência

No Brasil, 62,5% dos médicos têm um ou mais títulos de especialista

No mercado em expansão de tecnologia aplicada ao ensino à distância, o curso preparatório para as provas de residência e atualização médica, Revisamed desponta como uma nova oportunidade. O estudante de Medicina (ou médico recém-formado) pode se se preparar e adquirir novos conhecimentos online para crescimento na carreira médica.

No Brasil, 62,5% dos médicos (452 mil) têm um ou mais títulos de especialista. Os dados constam da pesquisa Demografia Médica 2018. O estudo foi realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com o apoio institucional do Conselho Federal de Medicina (CFM) e do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp).

METODOLOGIA PERMITE FLEXIBILIDADE E LIBERDADE NOS ESTUDOS PARA AS PROVAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA

Com uma metodologia inovadora, o curso Revisamed permite que o estudante se prepare quando e onde quiser. Em outras palavras, ele tem total flexibilidade e liberdade. Os materiais são classificados por relevância e os conteúdos têm formatos exclusivos para facilitar o dia a dia do estudante e a sua preparação para as provas de residência ou atualização médica.

Além disto, outro diferencial do Revisamed é a equipe de professores altamente qualificada – especialista, mestres e doutores – todos com ampla experiência na prática médica e no ensino na área de saúde.

Capa do Caderno Digital Revisamed no formato perguntas e respostas. Exclusividade e facilidade de estudo.
Caderno digital é uma exclusividade do Revisamed

VIDEOAULAS COM MÉDICOS DE CADA ESPECIALIDADE FACILITAM ASSIMILAÇÃO NA ATUALIZAÇÃO MÉDICA E NAS PROVAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA

Em cada tema das videoaulas, os professores são médicos especializados naquela área. A equipe ultrapassa a 50 profissionais de todas especialidades médica.

Além disto, outro diferencial que merece, destaque são os formatos do conteúdo apresentado na chamada “trilha de estudo Revisamed”. Cada tema é apresentado em três módulos com videoaulas em média de 30 minutos cada, facilitando a assimilação.

O estudante conta também com os cadernos digitais, versão compacta de uma apostila do tema, e as questões selecionadas e comentadas de residência. Objetivo, o caderno digital facilita um estudo de qualidade na preparação para provas de residência ou atualização médica.

MATERIAIS DE APOIO E POSSIBILIDADE DE DOWNLOADS

Além disso, são disponibilizadas provas na íntegra das principais instituições de ensino médico do país. O estudante tem acesso a biblioteca Evolution/Elsevier e às diretrizes médicas, em suma recursos adicionais para aqueles que querem aprofundar os seus conhecimentos. O estudante ainda tem possibilidade de downloads para acesso offline.

Para colocar tudo “no ar”, uma equipe de experts em plataforma digital, webdesigner, produção, gravação e edição das videoaulas, suporte e atendimento atua nos bastidores na produção dos conteúdos.

Capas de provas das principais instituições do país
Provas na íntegra das principais instituições de ensino do país

CURSO PRÁTICO DE MEDICINA NO MODELO OSCE PREPARA PARA AS PROVAS PRÁTICAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA

Além dos preparatórios para as provas de residência médica R1-R3 e R4 – com modalidades de acesso de 12 meses, 14 meses, 24 meses, 24 meses mais o módulo de discussão de casos clínicos, o estudante de medicina pode fazer outro curso do Revisamed, para se preparar para as provas práticas exigidas em alguns concursos de residência. O Curso Prático de Medicina baseado no modelo OSCE, realizado em instituições parceiras, avalia o desempenho e mede a habilidade e a competência clínica do estudante.

Durante o curso, são analisadas as habilidades cognitivas, afetivas e psicomotoras para o exercício de tarefas específicas, a comunicação e a integração com o paciente, as atitudes e os valores éticos dos futuros profissionais de saúde. Portanto, neste curso presencial, os estudantes têm a oportunidade de vivenciar a realidade de uma prova prática de residência.

PREPARATÓRIO FACILITA VIDA DO ESTUDANTES

Para o médico que deseja adquirir novos conhecimentos ou se aperfeiçoar em determinada área, o Revisamed-Revisional de Medicina oferece uma série de cursos de atualização. Os Cursos de Atualização Médica em Clínica Médica, Cirurgia, Pediatria e Ginecologia e Obstetrícia têm acesso online por um ano e com a mesma estrutura dos preparatórios para residência médica.

Além disto, o Revisamed também oferece cursos presenciais – Cardiologia (online e presencial) – Reprodução Humana, Procedimentos Práticos em Emergência e Medicina Baseada em Evidências. Os cursos presenciais são realizados em instituições parceiras com todos recursos, como laboratório de simulação realística. Resumindo, os cursos oferecidos pelo Revisamed abrem um leque de possibilidades para quem deseja estar sempre atualizado.

Para conhecer mais um pouco do Revisamed acesse: www.revisamed.com.br/ @revisamed_oficial / https://www.facebook.com/orevisamed/

Pós-Graduação na área médica

Pós-Graduação: área médica exige atualização continuada

Saiba como escolher o curso de Pós-Graduação na área médica

A questão é: devo ou não fazer uma pós-graduação na área médica? É inegável a importância da qualificação, da atualização continuada e, na área da saúde, talvez até mais do que em outras áreas, a educação continuada é essencial e uma pós-graduação faz toda diferença.

Em um processo de seleção o candidato com um curso de pós-graduação larga com uma boa vantagem sobre os demais, segundo artigo publicado pelo portal da Revista Exame. Com o mercado de trabalho cada vez mais exigente, com poucas vagas e um mundo de candidatos é natural que a qualificação do candidato seja apontada como um diferencial.

Quem está se preparando para uma pós-graduação deve saber diferenciar os tipos de pós: o Lato Sensu e o Stricto Sensu. De forma simplificada, a pós-graduação o Lato Sensu é mais direcionado para a atuação profissional, enquanto o Stricto Sensu está mais voltado para a formação científica e acadêmica, em geral focado em pesquisas.

Os cursos de pós-graduação Lato Sensu são categorizados em especializações e MBAs. Apesar de ter Mestrado na sigla, este tipo de curso – no Brasil – concede o título de especialista e não de Mestre.

Especialização pode agilizar ascensão profissional

Segundo do portal da Exame, no Brasil, “a busca por uma pós-graduação ocorre em média 5 anos após a graduação, na fase em que o profissional já está estabelecido e a especialização pode ser um meio para agilizar sua ascensão profissional.

Por outro lado, se a necessidade estiver atrelada apenas à atualização do conhecimento, fazer um ou mais cursos de curta duração pode ser uma excelente opção”. O profissional deve buscar uma atualização acadêmica em uma instituição de ensino reconhecida renomada com o objetivo de melhorar suas chances de sucesso.

Conheça alguns cursos de Pós-Graduação em Medicina

Na Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde/ FCMS de Juiz de Fora, por exemplo, são oferecidos diversos cursos de pós-graduação nas áreas de Medicina, Fisioterapia, Farmácia, Enfermagem e Odontologia. Conheça alguns dos cursos da Medicina com um pequeno resumo de cada um deles: 

Clique aqui e conheça todos os cursos de pós-graduação.

Alergia e Imunologia Clínica

Objetivo: Capacitar o médico através de amplo treinamento teórico e prático para o exercício da Alergia e Imunologia Clínica e atender aos requisitos necessários para o exercício da especialidade após o cumprimento da legislação em vigor do Ministério da Educação (MEC) Resolução CNE/CES Nº1 de 8 de junho de 2007, (curso de Medicina Credenciado pelo MEC – Portaria nº 3.109 de 04 de outubro de 2014).

Público alvo: Graduados em Medicina, regularmente registrados no Conselho Regional de Medicina com formação com formação geral (mínimo de 2 anos) em Clínica Médica e/ou Pediatria e/ou Medicina de Família.

 

 

Anestesiologia

Público alvo: Graduados em Medicina, regularmente registrados no Conselho Regional de Medicina com formação com formação geral ( mínimo de 2 anos) em Clínica Médica e/ou Pediatria e/ou Medicina de Família. São 15 vagas por ano e duração de 36 meses.

 

 

Cardiologia

Objetivo: preparar o pós-graduando através de amplo treinamento teórico e prático para o pleno exercício da Cardiologia Clínica. Preparar e qualificar o pós-graduando para o exame de obtenção do Título de Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Público-Alvo: Graduados em Medicina com título de Especialista em Clínica Médica. Duração 2 anos.

 

 

 

Cirurgias Minimamente Invasivas em Cirurgia Geral

Objetivo: promover à capacitação técnico-científico em videolaparoscopia (PGVL) para médico Cirurgião Geral que já tenha terminado residência ou que tenha especialização em Cirurgia Geral por Instituição Credenciada pelo Ministério da Educação e Cultura ou que comprove mais de 05 anos de atuação como medico cirurgião geral em Instituição Conceituada, ou ainda que esteja cursando RM em ano opcional em videolaparoscopia.

Públicoalvo: O médico cirurgião geral que esteja cursando R3 ou que tenha terminado a residência em Cirurgia Geral ou que tenha especialização em Cirurgia Geral por Instituição Credenciada pelo Ministério da Educação e Cultura ou que comprove mais de 05 anos de atuação como medico cirurgião geral em Instituição Conceituada. Duração: 12 meses.

 

 

Ecocardiografia

 Objetivo: Formação acadêmica em ecocardiografia, preparando o aluno para o atendimento à população dentro de um contexto biopsicossocial. Preparo acadêmico para a pesquisa e a leitura crítica de artigos científicos. Preparo para a realização da prova de título de especialista em Ecocardiografia da Sociedade Brasileira de Ecocardiografia – DIC. Preparar o pós-graduando através de amplo treinamento prático e teórico em ecocardiografia para seu pleno exercício, além do ensino complementar com temas em Cardiologia.

Público-alvo: Graduados em Medicina que tenham formação em Cardiologia, Anestesiologia ou Intensivismo; Duração 16 meses.

 

 

 

 

 

Endoscopia Digestiva

Objetivo: Treinamento em Endoscopia Digestiva Diagnóstica e Terapêutica, preparando o profissional para avaliar e tratar o paciente de forma abrangente, dentro do contexto biopsicossocial. Ensino complementar em temas de Gastroenterologia, Hepatologia, Cirurgia Gastroenterológica e Coloproctologia. Preparar o aluno para se submeter à prova do título de Especialista em Endoscopia ou de área de atuação em endoscopia digestiva, da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva.

Públicoalvo: Graduados em Medicina, regularmente matriculados no Conselho Regional de Medicina. Duração: 2 anos.

 

 

Endoscopia Ginecológica

Objetivo: promover à capacitação técnico-científico em videolaparoscopia (PGVL) e em videohisteroscopia (PGVH) para médico Ginecologista / Obstetra que esteja cursando R3 ou que já tenha terminado residência ou que tenha especialização em GO por Instituição Credenciada pelo Ministério da Educação e Cultura ou que comprove mais de 05 anos de atuação como medico ginecologia/obstetra em Instituição Conceituada através de um curso anual vinculado ao Departamento de Ginecologia de uma Instituição através de convênio.

Públicoalvo: Médicos que estejam cursando R3. Tenham concluído a Residência em GO. Tenham especialização em GO por instituição credenciada pelo Ministério da Educação e Cultura. Comprovem mais de cinco anos de atuação como médico ginecologista/obstetra em instituição conceituada. Duração: 12 meses.

 

 

Gastroenterologia

Objetivos: Preparar o médico, através de treinamento teórico e prático, para o exercício pleno da Gastroenterologia Clínica.

Públicoalvo: Graduados em Medicina, regularmente registrados no Conselho Regional de Medicina. Duração: 2 anos

 

 

Geriatria e Gerontologia

Objetivos: O curso visa a formar profissionais da área de saúde capacitados a atender de forma adequada pessoas idosas, bem como despertar o compromisso destes profissionais com a promoção da qualidade de vida na terceira idade e a prevenção de doenças crônico-degenerativas.

Públicoalvo: Profissionais graduados em Enfermagem, Fisioterapia, Medicina e Psicologia. Carga Horária: Total: 360 horas.

 

 

Laparoscopia Avançada em Urologia

Objetivo: visa formar profissionais atualizados com uma visão abrangente para área de saúde. Tudo isso por meio de treinamento prático supervisionado por uma equipe qualificada e se destina aos urologistas com uma experiência básica e que pretendem aperfeiçoar a técnica, aumentar as habilidades cirúrgicas e a segurança nas laparoscopias urológicas de média e alta complexidade. Duração: 12 meses.

 

 

Laparoscopia em Ginecologia Oncológica

Objetivo: a capacitação em videolaparoscopia para o médico ginecologista oncológico ou o cirurgião oncológico, que já tenha terminado a residência ou tenha especialização nas áreas citadas em instituição credenciada pelo MEC, ou que comprove atuação como ginecologista oncológico ou cirurgião oncológico em instituição conceituada. Duração: 12 meses.

 

 

Medicina do Trabalho

Objetivos: organizar, administrar e participar de serviços de Medicina do Trabalho; planejar e executar o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), além das medidas de saúde preventiva ocupacional e de proteção ambiental em áreas industriais; planejar e participar do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA); conhecer a legislação pertinente à Medicina do Trabalho; desempenhar as atividades de médico do trabalho, atendendo plenamente a legislação em vigor. Público-alvo: Graduados em Medicina. Duração: 2 anos.

 

 

Medicina Intensiva

Objetivos: promover atividades científicas e propiciar o aperfeiçoamento em Medicina Intensiva; capacitar o médico para identificar e solucionar os problemas do paciente gravemente enfermo; desenvolver no médico, em seus aspectos conceituais e práticos, a liderança necessária para o trabalho em equipe, próprios da multiprofissionalidade e da transdisciplinaridade assistencial do paciente grave; fomentar o conhecimento e a prática dos preceitos éticos e humanitários da Medicina Intensiva; desenvolver um espírito profissional observador e crítico, capaz de desenvolver estudos de realidade, pesquisa e educação continuada em Medicina Intensiva, bem como formar novos intensivistas; formar profissionais capazes de liderar projetos associativos identificados com as necessidades sociais da comunidade onde se insere. Públicoalvo: Médicos. Duração: 18 meses

 

 

 

Neurologia para Clínicos

Objetivos: Descrever as bases neuroanatômicas e neurofisiológicas aplicadas à clínica. Executar atendimento do paciente neurológico através do desenvolvimento do diagnóstico (síndrômico, topográfico, etiológico/diferencial). Atualização sobre as principais doenças e condições neurológicas. Executar treinamento prático através do atendimento de pacientes neurológicos em ambulatório didático. Discutir a indicação e a interpretação de testes diagnósticos como líquido cefalorraquidiano. Discutir a indicação e os princípios básicos de exames complementares neurofisiológicos como o eletroencefalograma e a eletroneuromiografia. Fazer treinamento prático em avaliação cognitiva objetiva. Apresentar protocolos terapêuticos. Orientar programas específicos de reabilitação. PúblicoAlvo: Graduados em Medicina Duração:18 meses

 

 

Ultrassonografia e Ecocardiografia em Pacientes de UTI

Objetivos: Promover os conhecimentos de metodologia científica e bioestatística; Promover os conhecimentos básicos ( físicos) da Ultrassonografia e ecocardiografia; Descrever e aprimorar a técnica da ultrassonografia e ecocardiografia ( Janelas, Doppler, Cálculos); Realizar treinamento através da realização de exames em pacientes críticos; Discutir a indicação e a interpretação dos resultados; Discutir a abordagem terapêutica para os casos avaliados; Realizar treinamento prático com avaliação cognitiva objetiva; Apresentar protocolos terapêuticos para as principais Síndromes clínicas. Públicoalvo: Médicos intensivistas, emergencistas e hospitalistas. Duração: 18 meses.

 

 

Urgência e Emergência em Pediatria

Objetivos: capacitar o pós-graduando para abordagem padronizada envolvendo definição, avaliação e terapêutica em uma situação de urgência e emergência pediátrica. Públicoalvo: Médicos. Duração: 18 meses

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atividade e ambiente protegem o cérebro

Atividades e ambiente protegem o cérebro do Alzheimer

Atividade e ambiente protegem o cérebro  do Alzheimer  é o que revela pesquisa. É preciso ter ambiente enriquecido e atividades alternadas para inibir a Atividade e ambiente protegem o cérebroformação de estruturas em nossos neurônios que prejudicam a comunicação entre essas células.

“O ambiente enriquecido pode proteger o cérebro do Alzheimer e melhorar a memória. É o que conclui recente estudo realizado pela professora Tânia Viel, coordenadora do Grupo de Pesquisa em  Neurofarmacologia do Evelhecimento (GPNFE) da Escola de Artes, Ciências e Humanidades a(EACH) da USP. Segundo reportagem publicada no site Jornal da USP , a variação das atividades e estímulos inibe a formação de estruturas em nossos neurônios que prejudicam a comunicação entre essas células.

Placas senis reduzem em ambientes dinâmicos

Os pesquisadores, através de testes em laboratório em camundongos, constataram menor quantidade das chamadas “placas senis” em animais que conviviam em ambiente enriquecido, comparados aos que viviam em ambiente normal. “Essas placas são aglomerados de peptídeos (conjuntos de aminoácidos) que agem de maneira danosa no cérebro, por meio da inflamação dos neurônios e, consequentemente, levam a sua destruição”, explica a reportagem.

Cérebro protegido com atividades e ambiente

Na entrevista, a coordenadora Tânia Viel acrescentou que “os benefícios foram constatados, inicialmente, pela melhora da memória espacial. Mas os melhores efeitos não foram evidenciados pelo comportamento, mas sim pela proteção do cérebro contra a agressão das placas senis. Atividades e ambiente protegem cérebro”

Como foi realizado o estudo sobre a proteção do cérebro contra o Alzheimer

Para o estudo, foram utilizados dois grupos de camundongos, um de controle – que vivia em uma pequena caixa com alimentação e apenas manipulação dos pesquisadores – e outro que contava com ambiente enriquecido, com estímulos, matérias e atividades diferentes, como, como novas decorações em seu ambiente e rodas de exercício.

Alternar trabalho e lazer é o caminho. Atividades e ambiente protegem cérebro

Para a professora, o estudo é de grande utilidade para todas as pessoas. “O nosso ambiente enriquecido é justamente manter uma alternância entre trabalho e lazer, ” disse. Portanto, praticar atividade física, além das rotineiras como manter uma vida social – teatro, cinema, show, jogos –  estudar ou sair para dançar, viajar e passear, por exemplo deixam o ambiente enriquecido.

Aumento da proteção

Estas atividades alternadas o produzem aumento das proteínas que protegem o cérebro. Um estudo anterior da professora já havia concluído que o ambiente traz benefícios à memória e que nunca é tarde para começar a proteção cerebral. Atividades e ambiente protegem cérebro!

O artigo está publicado na revista Frontiers in Aging Neuroscience e pode ser lido no site.