Carregando...
pressão arterial

Questão comentada de residência médica aborda pressão alta

Veja mais uma questão comentada de residência médica com a apresentação de um caso clínico. Além dos medicamentos disponíveis atualmente, é imprescindível adotar um estilo de vida saudável como forma de prevenir a hipertensão arterial. A pressão alta, como é popularmente conhecida, é uma doença crônica caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. Ela acontece quando os valores das pressões máxima e mínima são iguais ou ultrapassam os 140/90mmHg (ou 14 por 9).

 

Saiba mais sobre a pressão alta

A pressão alta faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer com que o sangue seja distribuído corretamente no corpo.  A pressão alta é um dos principais fatores de risco para a ocorrência de acidente vascular cerebral, enfarte, aneurisma arterial e insuficiência renal e cardíaca.

O problema é herdado dos pais em 90% dos casos, mas há vários fatores que influenciam nos níveis de pressão arterial, como os hábitos de vida do indivíduo. Acompanhe  mais uma questão comentada de prova de residência médica Revisamed.

Hábitos saudáveis
  • Aproveitar momentos de lazer
  • Abandonar o fumo
  • Moderar o consumo de álcool
  • Evitar alimentos gordurosos
  • Controlar o diabetes
  •  
Causas da pressão alta
  • Fumo
  • Consumo de bebidas alcoólicas
  • Obesidade
  • Estresse
  • Elevado consumo de sal
  • Níveis altos de colesterol
  • Falta de atividade física
  •  

Além desses fatores de risco, sabe-se que a incidência da pressão alta é maior na raça negra, em diabéticos, e aumenta com a idade.

Diagnóstico

Medir a pressão regularmente é a única maneira de diagnosticar a hipertensão. Pessoas acima de 20 anos de idade devem medir a pressão ao menos uma vez por ano. Se houver casos de pessoas com pressão alta na família, deve-se medir no mínimo duas vezes por ano.

FONTE : Ministério da Saúde

 

 

questão comentada de pneumoloiga

Questão comentada de Pneumologia Revisamed

Teste seu conhecimento e veja comentário do especialista

Questão comentada de Pneumologia. Um paciente de 70 anos, que mora com a família, procura a Emergência com queixa de febre de 38ºC há 2 dias, tosse produtiva com catarro amarelado e espesso e dor na base do hemitórax esquerdo ao respirar profundamente. Com antecedentes de tabagismo, afirma que deixou de fumar há 10 anos. No exame físico do tórax, observam-se estertores crepitantes na base do pulmão esquerdo. Além disso, tem FR = 24IRPM, FC = 105bpm e PA = 110 x 70mmHg. Com relação ao diagnóstico, é correto afirma que… Confira o video abaixo.

 

Saiba mais sobre a Pneumonia

A pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões, órgãos duplos localizados um de cada lado da caixa torácica. Pode acometer a região dos alvéolos pulmonares onde desembocam as ramificações terminais dos brônquios e, às vezes, os interstícios (espaço entre um alvéolo e outro).

questão comentada de pneumoloiga

Basicamente, pneumonias são provocadas pela penetração de um agente infeccioso ou irritante (bactérias, vírus, fungos e por reações alérgicas) no espaço alveolar, onde ocorre a troca gasosa.

Esse local deve estar sempre muito limpo, livre de substâncias que possam impedir o contato do ar com o sangue. Diferentes do vírus da gripe, que é altamente infectante, os agentes infecciosos da pneumonia não costumam ser transmitidos facilmente.

Sintomas:

  • febre alta;
  • tosse;
  • dor no tórax;
  • alterações da pressão arterial;
  • confusão mental;
  • mal-estar generalizado;
  • falta de ar;
  • secreção de muco purulento de cor amarelada ou esverdeada;
  • toxemia (danos provocados pelas toxinas carregadas pelo sangue);
  • prostração (fraqueza).

Fatores de risco:

  • fumo: provoca reação inflamatória que facilita a penetração de agentes infecciosos;
  • álcool: interfere no sistema imunológico e na capacidade de defesa do aparelho respiratório;
  • ar-condicionado: deixa o ar muito seco, facilitando a infecção por vírus e bactérias;
  • resfriados mal cuidados;
  • mudanças bruscas de temperatura.

Diagnóstico: 

Exame clínico, auscultação dos pulmões e radiografias de tórax são recursos essenciais para o diagnóstico das pneumonias.

Tratamento:

O tratamento das pneumonias requer o uso de antibióticos e a melhora costuma ocorrer em três ou quatro dias. A internação hospitalar pode fazer-se necessária quando a pessoa é idosa, tem febre alta ou apresenta alterações clínicas decorrentes da própria pneumonia, tais como: comprometimento da função dos rins e da pressão arterial, dificuldade respiratória caracterizada pela baixa oxigenação do sangue porque o alvéolo está cheio de secreção e não funciona para a troca de gases.

Recomendações:

  • não fume e não beba exageradamente;
  • observe as instruções do fabricante para a manutenção do ar-condicionado em condições adequadas;
  • não se exponha a mudanças bruscas de temperatura;
  • procure atendimento médico para diagnóstico precoce de pneumonia, para diminuir a probabilidade de complicações.


IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.

Fonte: Biblioteca Virtual em Saúde – Ministério da Saúde