Carregando…

No Mês da Mulher saiba sobre a Ginecologia e Obstetrícia

Se você está pensando em escolher a Ginecologia e Obstetrícia para a sua Residência Médica é importante que conheça a fundo o que faz este profissional médico.

Neste artigo, o curso preparatório para a Residência Médica Revisamed vai mostrar todas as nuances da especialidade médica. A escolha da especialidade pelo Revisamed é também uma forma de homenagear as mulheres que atuam nesta área no mês (março) dedicado à elas.

especialidade em ginecologia e obstetricia
8% das especialidades médicas

Para começar, é importante que você saiba que a área da Ginecologia e Obstetrícia é uma das que mais concentra profissionais hoje no Brasil.

Entre as mais de 50 especialidades médicas e áreas de atuação, a GO, como é mais conhecida, é uma das que mais concentra profissionais hoje no Brasil. São cerca de 30 mil médicos (8% de todas as especialidades), conforme o último levantamento divulgado pelo estudo Demografia Médica, o Perfil do Médico Brasileiro.

Mas, afinal, o que faz um Ginecologista?

A saúde das mulheres é o foco do médico ou médica Ginecologista e Obstetra. É este especialista que realiza exames preventivos e trata as doenças do aparelho reprodutor feminino. Para tanto, é preciso que tenha qualificação médica na clínica e na cirúrgica.

Com uma rotina bastante corrida, especialmente porque é comum o exercício da Ginecologia em paralelo ao da Obstetrícia, o que significa disponibilidade de tempo integral para atender pacientes em trabalho de parto.

É fato que a maioria dos profissionais atua em ambas especialidades. No Brasil, Ginecologia e Obstetrícia formam uma única especialização, com acesso direto e duração de três anos. Portanto, é comum encontrar profissionais atuando nas duas áreas médicas.

Diferenças entre a Ginecologia e Obstetrícia

As diferenças entre as especialidades estão no fato de o Ginecologista cuidar da saúde do órgão reprodutor feminino como um todo e a Obstetrícia estar mais relacionada à reprodução humana.

Para quem deseja seguir carreira na área, aprofundando em uma determinada subárea, na GO vai encontrar 13 subespecialidades.

Neste caso, a formação exigida inclui seis anos da graduação, depois a especialização em Ginecologia, seja pela Residência Médica ou Prova de Título.

Depois de completar os seis anos de graduação existem dois caminhos para quem quer se especializar em Ginecologia.

Um é o Programa de Residência Médica e o outro, a Prova de Títulos. Conheça, agora, as subespecialidades da Ginecologia e Obstetrícia:

  • Dor pélvica
  • Climatério
  • Endocrinologia Ginecológica
  • Ginecologia Geral
  • Ginecologia Infantopuberal
  • Videohisteroscopia e Videolaparoscopia Ginecológica
  • Infecção Genital
  • Mastologia
  • Medicina Fetal
  • Oncologia Clínica e Cirúrgica
  • Patologia do Trato Genital Inferior
  • Planejamento Familiar
  • Reprodução Humana
  • Uroginecologia e Cirurgia Vaginal
Residência médica ou Prova de Títulos

Portanto, como você já pode observar os caminhos para a especialização são a Residência Médica ou Prova de Título.

A residência médica é uma boa oportunidade para os médicos que terminaram a graduação. Com três anos de duração, o residente vai vivenciar a profissão e ter acesso ao conhecimento necessário. 

A maior dificuldade, neste caso, é a aprovação no concurso de residência. Neste aspecto é que o Revisamed auxilia o recém-formado a se preparar e conquistar uma vaga na residência de Ginecologia e Obstetrícia.

Já a prova de título, exige experiência na área ou pós-graduação.  A Prova de Títulos é aplicada pela Federação Brasileira das Associação de Ginecologia e Obstetrícia ( Febrasgo).  Também neste caso a preparação é essencial especialmente pela o grau de exigência na prova.

Mercado de trabalho para Ginecologista e Obstetras

Para finalizar este artigo, vamos falar um pouco do mercado de trabalho para Ginecologia e Obstetrícia.

Como em boa parte das especialidades médicas, também na GO as melhores vagas estão fora dos grandes centros. Fixar em cidades de menor porte garante qualidade de vida e permite que o médico se dedique mais à função de Ginecologista e acompanhamento de um menor número de partos.

Futuro da Ginecologia e Obstetrícia

Sobre o futuro da Ginecologia e Obstetrícia no Brasil, artigo publicado pelo presidente da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia ( Febrasgo), César Eduardo Fernando, revela que muitas evoluções aconteceram na especialidade em curto espaço de tempo e as mulheres também mudaram.

Nesse sentido, em que pese o conceito expresso do que vem a ser a G&O, dois pontos importantes merecem serem considerados. O primeiro, e provavelmente o mais relevante, é que a nossa especialidade aumentou muito o seu espectro de atuação por uma demanda vinda do processo de hierarquização dos sistemas de saúde e, ao mesmo tempo, por termos sido eleitos por nossas pacientes como seus provedores primários de saúde.  Este alargamento de atribuições aumentou em muito a necessidade de amealharmos conhecimentos além fronteiras de nossa especialidade médica

Clique aqui para ler o artigo na íntegra.

E aí gostou do nosso artigo. No Blog Revisamed você acompanha todas as informações sobre as especialidades, concursos de residência, provas e muito mais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: